Medicina Vestibular

5 séries sobre medicina que todo futuro médico precisa ver

 

Vai prestar o vestibular de Medicina ou de alguma outra profissão da saúde? Que tal então ir conhecendo seu futuro ambiente de trabalho e, ainda, aproveitar para relaxar depois de um dia de estudo? No post de hoje, vamos apresentar 5 séries sobre medicina para todos os gostos.

É claro que, como produtos de entretenimento, esses seriados não possuem lá muito compromisso com a verdade e há vários erros que qualquer profissional da saúde identifica. Ainda assim, todos eles apresentam diferentes facetas do ambiente hospitalar, cada um do seu do jeito. Confira!

E.R. (1994 – 2009)

Sendo um dos maiores clássicos do gênero, E.R. não podia faltar nessa lista. Mais conhecido no Brasil como Plantão Médico, teve sua primeira temporada produzida por ninguém menos que Steven Spielberg. Ainda que tivesse seus momentos de descontração, E.R. foi bastante marcante por falar de coisa séria em meio à profusão de sitcoms da década de 1990.

Os plantões aconteciam no fictício County General Hospital e renderam incontáveis indicações a Emmy’s e Golden Globe’s à sua equipe médica. A ilustre presença do George Clooney numa versão colírio da Capricho é outro ponto alto da série, vale a pena conhecer.

House (2004 – 2012)

Sem sombra de dúvidas, o Dr. House foi o médico ranzinza mais amado da década passada. Com um senso de justiça polêmico, mas muito coerente, Dr. House deu muito trabalho para a administração do Princeton–Plainsboro Teaching Hospital — principalmente para sua chefe com benefícios, Dr. Cuddy.

O diferencial desse seriado é o seu foco em casos de diagnóstico difícil, que exigiam da equipe doses exatas de conhecimento e ousadia. Além disso, os pacientes também trazem, como agravante das suas doenças, questões de cunho pessoal que costumam emocionar os médicos mais jovens e, em casos mais raros, o próprio Dr. House.

Grey’s Anatomy (2005 – presente)

Indo para sua décima quarta temporada e pertinho de bater o recorde de drama médico mais longo dos Estados Unidos — que atualmente pertence a E.R. —, o seriado acompanha há mais de dez anos a carreira de Meredith Grey no Seattle Grace Hospital.

O intuito de Shonda Rhimes, criadora da série, era mostrar um ambiente profissional repleto de gente bastante competente no qual mulheres ocupassem local de destaque. Outro ponto bastante interessante no quesito diversidade é a variedade de origens étnicas da equipe do hospital que deixa os corredores coloridos de gente talentosa.

Private Practice (2007 – 2013)

Um exemplo de spin-off que deu certo, Private Practice conta a história da Dra. Addison Montgomery depois que ela deixa o Seattle Grace Hospital, o hospital de Grey’s Anatomy. No seriado, Addison decide abrir um consultório particular em Los Angeles.

Por também ser criação de Shonda Rhimes e contar com uma mulher como protagonista, o seriado trabalha bastante com questões relativas à presença de mulheres em profissões de grande prestígio e à representação feminina na mídia.

Scrubs (2001 – 2010)

Scrubs chega à televisão para brincar com lugares comuns sedimentados em seriados como esses quatro que apresentamos acima. Levando os dramas de um hospital para um caminho bem-humorado, Scrubs fez um bom trabalho em se sustentar por tanto tempo na televisão como uma espécie de releitura satírica do gênero.

Fazendo humor de qualidade, a equipe do Sacred Heart Teaching Hospital foi indicada a 17 Emmy’s.

Deu vontade de começar a assistir essas séries sobre medicina? Além de distraí-lo da rotina de estudos, esses seriados podem ser uma boa ferramenta para você conhecer diferentes especialidades médicas. Se acha que seus amigos também podem se valer das dicas de hoje, não deixe de compartilhar o post nas suas redes sociais!

 

Deixe um comentario