Vestibular

Como está o mercado de trabalho para serviço social? Descubra!

O assistente social é o profissional que atua no apoio a pessoas que precisam de cuidados, prestando auxílio tanto no esclarecimento de pontos fundamentais para a superação de adversidades quanto na indicação de caminhos para que os indivíduos ou até mesmo grupos comecem a agir.

Isso envolve problemas de saúde, moradia, educação, entre outros, ou seja, tudo o que pode fazer com que o indivíduo se encontre frágil socialmente.

Trata-se de uma carreira extremamente importante para a sociedade, pois é por meio dela que pessoas menos favorecidas ou com algum problema pontual conseguem se recuperar para exercer a sua cidadania.

Por isso, saiba mais sobre o mercado de trabalho para serviço social, uma profissão tão importante para a vida em sociedade.

Funções que o profissional exerce

Na busca para dar às pessoas condições para exercer a sua cidadania, o profissional da área pode prestar assistência a pacientes que se encontram em situações difíceis dentro de hospitais, bem como a seus familiares.

Além disso, ele pode trabalhar prestando apoio educacional a crianças e pais em casos de necessidade dentro de escolas.

Também pode desenvolver e coordenar projetos em organizações sociais em varas de justiça, prestando assistência a crianças e adolescentes.

Existe espaço também para a atuação na gestão de políticas e programas sociais em órgãos do governo, assim como na segurança do trabalho e gestão de RH em empresas particulares.

Local de trabalho

Cabe a esse profissional orientar as pessoas em relação aos direitos que elas têm, funcionando como um elo para que elas busquem uma vida mais digna em sociedade.

Sendo assim, não é difícil imaginar onde esse profissional é mais requisitado.

Presente em hospitais, tanto do setor público quanto do setor privado, organizações não governamentais, sindicatos, presídios, creches, entidades filantrópicas e movimentos sociais, o assistente social tem papel fundamental no atendimento a segmentos de saúde e educação.

A maioria das vagas está nas grandes cidades, entretanto, com o aumento do número de políticas de inclusão social no país, já existe uma demanda maior por profissionais em cidades menores.

O mercado de trabalho

Como é um tipo de atividade que tem muito a ver com os problemas enfrentados pela sociedade, num momento de instabilidade política e econômica, com altos índices de desemprego no país, é natural que o mercado de trabalho para o assistente social esteja em alta.

Há um número cada vez maior de vagas em programas de saúde do governo, nos quais o profissional desenvolve políticas para serem implementadas.

Hoje, os números do mercado de trabalho são positivos: existem cerca de 93 mil profissionais atuando na área em todo o país, recebendo entre R$ 1,1 mil e R$ 6 mil mensais em média, dependendo do estágio profissional em que se encontram.

Do curso para o mercado de trabalho

Já na faculdade, o assistente social aprende a desenvolver programas que visam a transformação social. Assim, ele estuda matérias como Sociologia, Economia, História, entre outras.

É com base nesses conhecimentos que ele terá ferramentas para, além de atender e orientar as pessoas com base em critérios, também elaborar e coordenar programas de acesso às políticas sociais, realizar estudos, laudos e pareceres, bem como prestar assessoria e consultoria para o planejamento de ações sociais.

Agora que você já sabe mais sobre o mercado de trabalho para serviço social, saiba como funciona o curso de Serviço Social.

Deixe um comentario