Desvende as suas 8 maiores dúvidas sobre o curso de Direito

7 minutos para ler

Muita gente sabe que o curso de Direito é um dos mais conhecidos e promissores em todo o mundo, não é? Acontece que, mesmo sendo uma profissão tão famosa, ainda existem muitas dúvidas sobre ela.

Na verdade, essa é uma situação bastante comum para os jovens que ainda estão na fase de decidir uma carreira. Essas incertezas acompanhadas de um pouco de insegurança é absolutamente normal, até porque as possibilidades hoje são muito diversas.

Então, o que fazer para tomar essa decisão? Procurar informações sobre a sua área de interesse é o primeiro passo. Para ajudá-lo nessa tarefa, resolvemos desvendar algumas das principais dúvidas sobre o assunto. Confira!

1. O que será estudado no curso de Direito?

O aluno que ingressa no curso de Direito passará por diversas fases de estudos. Em princípio, terá acesso às disciplinas básicas e introdutórias, como Português Jurídico, Ciência Política, Psicologia Política, Sociologia, Filosofia etc.

Após essa etapa inicial, deve começar a estudar as matérias mais específicas, como Direito Civil, Direito Empresarial, Direito Penal, Direito Tributário, entre outras.

Uma boa dica para quem deseja ter mais segurança em relação a isso é procurar a grade curricular de todas as instituições de ensino que pensa em fazer. Comparar as disciplinas presentes em cada ementa pode ser essencial para definir a sua escolha.

2. Qual é a duração do curso de Direito?

Quem inicia os estudos na área poderá receber o título em bacharel em Direito somente após 5 anos de estudos, em média. Normalmente, os cursos aqui no Brasil são divididos em 10 semestres.

Vale lembrar que, mesmo depois de ter conquistado o diploma, para atuar no mercado de trabalho como advogado é preciso realizar o exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Esse é um requisito definido por lei, e o profissional que não faz a prova ou não atinge a pontuação necessária não pode atuar nesse âmbito.

3. Que carreiras podem ser escolhidas?

Diversas pessoas pensam que depois de formado o aluno só pode se dedicar à advocacia. Contudo, essa é uma ideia ultrapassada e, hoje em dia, as oportunidades são bem amplas. As três principais carreiras da área são: na advocacia, acadêmica e pública.

A carreira de advogado — a mais comum na sociedade — auxiliará na justiça social e nos direitos dos indivíduos e/ou coletivos. A demanda é grande, por isso é uma carreira promissora, apesar de a concorrência também ser alta na maioria dos locais.

Já a carreira acadêmica se refere à docência nos cursos de graduação e pós-graduação, que pode ocorrer tanto em faculdades públicas como particulares. Nesse caso, há ainda a alternativa de dedicar seu tempo para as pesquisas científicas, que podem abranger qualquer uma das áreas de atuação do Direito.

Por sua vez, a carreira pública é uma das mais desejadas na área, principalmente devido à estabilidade trabalhista e financeira. É conquistada por meio de concursos públicos, como para promotoria de justiça e juiz. Essa opção costuma exigir bastante dedicação nos estudos, pois passar em um concurso não é uma missão tão fácil para todos.

4. Quais são as dificuldades encontradas durante o curso?

Uma das maiores dificuldades encontradas no curso é o número extenso de leituras que precisa ser realizado. Então, quem não está acostumado com essa atividade pode começar a preparação o quanto antes (nem que seja psicologicamente).

[Guia Prático] 6 Passos para acertar na escolha da profissão

É praticamente impossível conquistar o diploma de Direito sem ter lido incansavelmente durante a vida universitária. Ao mesmo tempo, isso é importante para ajudar a desenvolver uma boa escrita, o que também é uma característica fundamental nessa carreira.

Além das leituras extensivas e complexas, o aluno deve se preparar para 5 anos de grande dedicação à área, com estágios obrigatórios a serem realizados em diferentes locais de atuação — o que ajuda a conhecer a prática profissional mais de perto.

5. Como é o profissional da área de Direito?

Quem escolhe a área do Direito precisa saber que esse é um curso em que há necessidade de ter, acima de tudo, responsabilidade social, ética, bom senso e um olhar bastante crítico em relação às situações que chegarão até ele.

O profissional da área deverá ser alguém sempre disposto a trabalhar de forma árdua em prol da justiça e da igualdade. Sua responsabilidade dentro da sociedade é grande e seu comprometimento precisa ser maior ainda. Isto é, ele deve procurar ser um exemplo para todos, já que reconhece a importância de seguir fielmente as leis.

6. Como é o mercado de trabalho?

O mercado de trabalho é amplo, promissor e um dos que mais cresce todos os anos — o que indica a necessidade constante de novos profissionais. Vale ainda ressaltar que o salário nessa área é capaz de atingir altos níveis, o que depende muito da posição ocupada pelo profissional e das oportunidades que ele conquistou.

Uma recomendação válida para os estudantes que estão próximos de se formar é buscar escritórios de advocacia, órgãos jurídicos públicos, universidades, empresas e outras instituições que demandam esse tipo de profissional. Adquirir experiência é um grande diferencial para o seu currículo e facilita a inserção no mercado de trabalho.

7. Investir em uma especialização faz diferença?

Com certeza. Por mais que o estudante universitário esteja mais preocupado em conquistar a sua graduação primeiro, durante o curso ele vai se deparar com várias áreas do Direito que podem ser exploradas depois.

Por exemplo, a Tecnologia da Informação é um segmento recente e que tem atraído muitos jovens. Outra possibilidade é se aprofundar em Direito Ambiental, um assunto que tem demandado cada vez mais atenção no mundo todo.

Existem ainda muitas outras opções como Direito do Trabalho, Direito do Consumidor, Direito Comercial etc. O que importa é que definir uma vertente e se tornar um especialista certamente vai abrir portas para o profissional.

8. Como é o dia a dia do profissional?

Isso vai depender da área que você escolher para atuar. Porém, não fique pensando que o cotidiano se parece com os seriados americanos em que o advogado vive casos cheios de emoção e dedica sua vida a descobrir um assassinato misterioso.

Na prática, pode ser que a sua rotina seja muito mais cheia de pilhas de papéis, além da correria entre audiências e reuniões com clientes, ou seja, não se engane. Mesmo que você ame o que faz, toda profissão é desafiadora em algum momento.

Quem opta pela carreira acadêmica tende a passar praticamente o dia todo no ambiente escolar, entre aulas e provas. Já na carreira judicial, prepare-se para lidar com muita informação e particularidades, pois cada detalhe de um processo é capaz de alterar as decisões finais.

Enfim, conseguiu conhecer melhor o curso de Direito? Será que essa é mesmo a carreira que você deseja seguir? Para completar as suas referências, converse com pessoas que atuam na área e pergunte sobre os seus principais desafios!

Se você gostou deste post, aproveite para assinar a nossa newsletter e ficar por dentro das nossas novidades!

[eBook] Guia Definitivo da Orientação Vocacional
Posts relacionados

3 thoughts on “Desvende as suas 8 maiores dúvidas sobre o curso de Direito

  1. Boa tarde. Gostei muito das informações apresentadas, pelo que já pude perceber é realmente a graduação de desejo fazer. Peço o favor que assim que abrir o processo seletivo me informar via celular ( 24 ) 99921 – 3249 ( WhatsApp ) ou e-mail: mauriciodasilvaa4@gmail.com

  2. Parabéns pelas informações !!!Se Deus Permitir vou ingressar no curso dos meus Sonhos!!Sei que terei que me dedicar bastante,mais com muito esforço vou encarar esse Grande Desafio!

Deixe um comentário