Faculdade de Engenharia de Produção: conheça o curso

4 minutos para ler

Você sabia que a faculdade de Engenharia de Produção forma um dos profissionais mais bem pagos do Brasil?

Se você está em dúvida sobre sua carreira, ainda não conhece bem os cursos e está com pouco tempo, aproveite para sanar suas dúvidas sobre essa área por aqui mesmo!

Preparamos este post com as principais informações sobre o curso. Confira!

Que funções tem um engenheiro de produção?

Essa área é reconhecida por ser responsável por todo o processo produtivo de uma organização tanto em produtos como em serviços. É também um dos principais ramos da Engenharia e um campo que permite vasta atuação no mercado de trabalho.

Um engenheiro de produção tem uma relevância absurda dentro de uma estrutura organizacional. Ele pode atuar na área estratégica, administrativa, econômica, de recursos humanos, entre outras.

Também é possível atuar em desenvolvimento, estrutura, vida financeira, gestão de pessoas, solução de conflitos e logística, por exemplo, sempre atuando por meio de métodos que racionalizam, aperfeiçoam e ordenam as atividades.

Como é o mercado de trabalho?

O engenheiro de produção possui uma formação bastante abrangente e pode atuar tanto em instituições privadas quanto públicas.

Além da diversidade de funções, é possível assumir vários cargos, entre eles, os de supervisão, gerência e diretoria.

A revista Exame divulgou uma tabela produzida pela Robert Half revelando que um Diretor de Supply Chain recebe salários que podem chegar a R$ 40.000,00 para aqueles com 10 anos de experiência.

Esse profissional atrai o desejo até de bancos pela capacidade de montar carteiras de investimentos e outros!

Os estágios já oferecem boas remunerações e, no início de carreira, o profissional ganha uma média de R$ 3.000,00.

[eBook] O guia completo do futuro estudante de engenharia

É possível atuar em análises de investimentos, consultorias, petróleo e gás, hospitais, agroindústrias entre muitas outras opções.

Ao profissional é exigido registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia), sendo também essencial o domínio da língua inglesa para um currículo completo.

Não é difícil perceber que esse profissional é super-requisitado, mesmo em situação de crise, até porque é um profissional que pode reestruturar a empresa para obter melhores resultados com menos recursos.

Como é a faculdade de Engenharia de Produção?

O Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA) oferece o curso Engenharia de Produção com duração de 5 anos. A infraestrutura da instituição é moderna e conta com laboratórios e bibliotecas.

A graduação não deixa de formar um profissional com alto conhecimento matemático, mas prioriza também aspectos administrativos, tecnológicos, sociológicos e econômicos no perfil.

O curso dispõe de três linhas de conhecimento: Gestão da Qualidade, Gestão da Produção e Gestão Econômico-Financeira, além dos laboratórios e das ações preparatórias para o ingresso no mercado de trabalho.

A alta abrangência gera um currículo fortemente competitivo, e é necessário realizar um estágio supervisionado e um Trabalho de Conclusão de Curso para obter o diploma de engenheiro.

Logicamente, esse curso é indicado a pessoas com afinidade em Matemática. Além disso, o aluno deve estar preparado para ser multidisciplinar, estar atento às inovações e ter espírito criativo para criar soluções tecnológicas e de conflitos.

É fácil perceber que há muitas vantagens em obter uma formação como essa. Além do impacto do reconhecimento da área de Engenharia, o profissional tem ampla aceitação nas organizações.

Após a conclusão da graduação ainda se abre uma série de especializações possíveis que são relacionadas, facilitam o processo de desenvolvimento profissional e incrementam a carreira.

Essa graduação é encantadora, não é? Acesse o e-book Guia Completo do Futuro Estudante de Engenharia e obtenha todas as informações necessárias para ingressar na faculdade de Engenharia de Produção.

 

Posts relacionados

Deixe um comentário