Vestibular

Matemática no vestibular: saiba como se preparar para a prova

O vestibular costuma ser algo assustador para muitos estudantes. São horas de prova sobre todo o conteúdo do ensino médio, de uma só vez. Como se isso não bastasse, uma das matérias mais genericamente temidas em todas as escolas, a matemática, exige bastante dos candidatos. Por isso, é muito importante saber como se preparar para uma prova de Matemática no vestibular, especialmente para quem já tem dificuldade nessa área.

Para ajudá-lo a estudar melhor e a evitar ansiedade na hora da prova, separamos aqui algumas dicas que facilitam a absorção desse conteúdo. Confira!

Veja os temas mais recorrentes

A matemática no vestibular não costuma mudar muito ao longo do tempo. Por isso, conhecer quais temas foram mais exigidos nos últimos anos é uma boa forma de saber o que esperar. E com essa informação, fica bem mais fácil planejar sua agenda de estudos.

Alguns dos temas que costumam ser cobrados nos vestibulares são:

  • seno, cosseno e tangente;
  • cálculo de áreas e volumes;
  • funções;
  • progressão geométrica e aritmética.

Reserve um tempo para os exercícios

Algo importante para lembrar-se sobre a matemática é que ela requer prática. Não basta ler a matéria prevista para matemática no vestibular: é necessário fazer muitos exercícios a fim de fixar o conteúdo e tornar o raciocínio mais natural.

Em muitas ocasiões, uma questão se torna mais fácil quando o aluno reconhece sua resolução em algo que ele já fez. Por isso, estabeleça em seu cronograma de estudos uma parte apenas para esse treino.

Trabalhe sua interpretação de texto

Saber fazer contas não é o suficiente para prestar a prova. A maioria das questões de vestibular possui um longo texto explicativo que, em alguns casos, esconde uma pegadinha.

Sempre é necessário interpretar a questão corretamente para saber o que ela pede e se há alguma informação-chave escondida. Pular diretamente para as contas pode levar o estudante ao erro.

Busque entender no lugar de decorar

Quem já viu uma questão de matemática no vestibular sabe que ela costuma vir contextualizada. Algo como uma história, um exemplo ou uma situação cotidiana. O propósito disso é avaliar se o estudante sabe qual é a utilidade daquele conhecimento.

De fato, entender como as fórmulas funcionam e em que elas são aplicadas favorece o processo de memorização e facilita a compreensão do conteúdo como um todo.

Tire um tempo para descansar

Essa dica vale para todas as matérias, mas é vital para a matemática no vestibular. O cérebro precisa de um tempo para absorver o conteúdo que estudou e há um limite para o quanto ele pode fixar a cada dia de estudo.

Privar-se de sono, diversão e momentos de descanso não é o caminho para entrar na faculdade. Pelo contrário, isso tende a reduzir seu desempenho nos estudos e na prova.

Estabeleça horários específicos para descansar, como 2 horas de almoço, um intervalo de 10 minutos a cada hora, além de garantir suas 8 horas diárias de sono, de preferência. E sempre se permita sair ou reduzir sua carga por, pelo menos, um dia por semana.

Saiba o que você não pode deixar de fora da preparação

Ainda que seja o pesadelo de boa parte dos estudantes, a Matemática apresenta um ponto positivo em relação ao vestibular: como ela é muito exigida, os principais temas acabam sendo recorrentes e, assim, você tem como saber o que é essencial estudar para fazer uma boa prova.

É bom lembrar que os vestibulares atuais têm valorizado cada vez mais a interdisciplinaridade, o que significa que você pode ter que lidar com uma questão de Matemática inserida num problema que aparentemente em nada tem a ver com a matéria.

Por isso, o importante é que você estude cada tópico de modo a acumular recursos para lidar com essa interdisciplinaridade. Faça exercícios diários e acostume-se com o perfil da sua avaliação. Isso certamente ajudará você a ter um melhor desempenho.

Agora, acompanhe nossa lista com os principais pontos da matéria que precisam ser estudados para que você tenha esses recursos.

Porcentagem

Isso é básico. A porcentagem sempre aparece no vestibular, geralmente envolvendo situações do cotidiano ou então em questões de Química ou Física. Neste caso, é importante que você visualize a questão e entenda seu propósito, antes de se enervar e achar que não sabe como fazer. A maioria das questões de porcentagem é simples e exige de você justamente essa capacidade de interpretação para resolver o problema.

Triângulos

Independentemente da prova que fizer, você sempre terá que lidar com triângulos. Semelhança de triângulos e Pitágoras costumam ser temas muito exigidos, entretanto, não envolvem tanto a interdisciplinaridade.

Por isso, a dica é: treine. Faça o máximo de exercícios que puder para resolver essas questões no dia da prova com maior tranquilidade. Se você já estiver acostumado com a maneira como as perguntas se apresentam, poderá resolver essas mais facilmente e, assim, ganhar tempo para se dedicar às restantes.

Equações elementares

As equações de 1º e 2º graus, geralmente, se apresentam sob a forma de problemas em linguagem matemática. Sendo assim, é preciso mesclar o treino e sua capacidade de interpretação. A ideia é que você seja capaz de interpretar um problema e, por meio desse entendimento, encontrar a incógnita exigida.

Trabalhe com sua paciência para que, mesmo que essas questões demorem para serem resolvidas, você não se perca em relação ao restante da avaliação.

Cálculo de áreas

A geometria também é importante. Aqui a ideia é tornar visual o conceito de área. Alguns vestibulares permitem o uso de réguas, outros não. De qualquer forma, o ideal é que você entenda os conceitos e pratique para visualizar as áreas com facilidade mesmo que seja de cabeça. Isso tende a ajudar muito no dia da prova.

Probabilidade

Outro tema que não costuma aparecer necessariamente nas questões de Matemática. É muito comum ver esse tipo de questão aparecer em questões de Biologia, no que diz respeito à genética e até mesmo em Geografia e outras matérias. De qualquer forma, a dica é dominar o tema como recurso para saber como aplicá-lo no dia da prova.

Volume

O cálculo do volume de sólidos também pode ser exigido em outras matérias, como Física, por exemplo. Aqui, novamente, é preciso garantir que nos meses anteriores à realização da prova você tenha uma prática interessante o suficiente para que consiga visualizar espacialmente, ou seja, em 3 dimensões.

Agora que você sabe como se preparar para uma prova de matemática, compartilhe este artigo nas suas redes sociais e mostre para seus colegas como eles podem se preparar também.

Deixe um comentario