O que é engenharia mecânica e por que seguir essa profissão?

7 minutos para ler

Diante de tantas possibilidades de carreira nas diferentes áreas de conhecimento, escolher uma graduação pode ser um grande desafio para muitos estudantes que estão concluindo o Ensino Médio. Você se identifica com essa situação? Então, este post foi feito para você!

Vamos falar sobre o que é engenharia mecânica, as disciplinas aprendidas na graduação e suas possibilidades de atuação, além de apresentar algumas características do profissional desse segmento para ajudá-lo a descobrir se essa é a escolha certa para o seu futuro de sucesso. Confira!

Qual é a função do engenheiro mecânico?

De modo geral, o engenheiro mecânico atua no projeto, no desenvolvimento e na supervisão de sistemas mecânicos — como máquinas, equipamentos e veículos. E, dependendo da empresa e do segmento de mercado, pode exercer uma ampla gama de atividades, como:

  • desenho de peças, dispositivos e maquinários;
  • inspeção de linhas de produção;
  • implantação de testes de produtos e máquinas;
  • acompanhamento da manutenção de equipamentos;
  • gestão de equipes.

Além disso, o profissional tem a possibilidade de trabalhar com outros engenheiros — elétricos, de produção, de controle e automação, entre outros —, para, juntos, desenvolverem e colocarem em prática os projetos das companhias em que atuam.

O que se estuda na graduação?

curso de engenharia mecânica, independentemente da instituição de ensino superior escolhida, costuma apresentar uma base comum de disciplinas básicas, como cálculo, física, química, álgebra e geometria analítica, geralmente concentradas nos primeiros semestres.

Ao longo da graduação, a grade curricular passa a trazer uma série de outras matérias mais específicas da área, como você poderá conferir a seguir:

  • fenômeno de transportes;
  • termodinâmica;
  • desenho de máquinas;
  • mecânica dos sólidos e dos fluidos;
  • processos metalúrgicos;
  • materiais de construção mecânica;
  • processos de usinagem;
  • sistemas térmicos, ventilação e refrigeração;
  • manutenção industrial;
  • sistemas mecânicos e fluidomecânicos;
  • equipamentos industriais e instrumentação;
  • projeto e construção de máquinas;
  • sistemas de energia alternativa;
  • engenharia ambiental;
  • engenharia de soldagem;
  • engenharia de produto;
  • hidráulica e pneumática;
  • mecânica automobilística;
  • planejamento e controle de produção.

Para complementar a formação dos alunos com conhecimentos mais voltados ao campo de gestão, algumas faculdades também oferecem matérias que trazem conhecimentos em administração e custos industriais, economia, direito e sociedade.

Em média, a graduação em engenharia mecânica tem duração de 5 anos e, para conquistar o diploma, além da aprovação em todas as disciplinas, os futuros profissionais devem realizar estágios obrigatórios, aulas práticas em laboratórios e, por fim, apresentar um trabalho de conclusão de curso (TCC).

Quais são as principais áreas de atuação?

Após a graduação, o que não falta para os engenheiros mecânicos são possibilidades de atuação. Neste tópico, vamos apresentar apenas alguns dos segmentos nos quais esses profissionais podem se destacar. Confira!

Indústria automobilística

Nas fábricas e montadoras, os engenheiros mecânicos encontram oportunidades em praticamente todos os setores da cadeia de produção: do projeto, desenvolvimento e aperfeiçoamento de componentes do automóvel ao acompanhamento da linha de montagem e gerenciamento das equipes.

Indústria energética

A preocupação mundial em encontrar alternativas mais sustentáveis para o fornecimento de energia também tem trazido boas perspectivas de trabalho para os engenheiros, que podem atuar da pesquisa à implantação de projetos para soluções como os biocombustíveis ou sistemas de energia eólica.

Indústria metalúrgica

Ao ingressar nessa área, responsável pela extração e manipulação de metais para a produção de peças essenciais para outros segmentos, como o automobilístico ou a construção civil, o engenheiro mecânico tem a função de gerenciar a produção desses itens e comandar a equipe de operários no chão de fábrica.

[Guia Prático] 6 Passos para acertar na escolha da profissão
[eBook] O guia completo do futuro estudante de engenharia

Indústria petroquímica

Para os formados em engenharia mecânica, a indústria petroquímica também oferece excelentes oportunidades de atuação, de projetos que viabilizem a extração de petróleo ao gerenciamento das etapas de refino, processamento e distribuição dessa matéria-prima.

Setor público

Prestar concurso e garantir uma carreira estável na esfera governamental é uma opção que ainda atrai muitos profissionais. Para os engenheiros mecânicos, existem muitas oportunidades para atuar em áreas como saneamento básico, defesa civil, uso de recursos naturais e planejamento, fiscalização e acompanhamento de obras públicas.

Carreira acadêmica

Por fim, o universo da educação oferece boas oportunidades para os engenheiros que desejam trabalhar com pesquisa e ensino em cursos técnicos ou de graduação, nos quais podem atuar como professores ou diretores de curso.

Como é o mercado de trabalho na área?

Pelo número de possibilidades de atuação que apresentamos no tópico acima, é possível perceber o quanto o mercado de engenharia mecânica é amplo, não é mesmo?

Apesar do alto índice de profissionais formados na área, a demanda do mercado é bastante alta, com oportunidades de trabalho em diferentes tipos de indústria e ofertas de remuneração bastante atrativas.

De acordo com os dados da Catho Online, a média salarial no Brasil gira em torno dos R$ 6.800, dependendo da empresa, do segmento da economia e da região do país.

Qual é o perfil de um engenheiro mecânico?

Agora que você já sabe o que é engenharia mecânica e quais são as oportunidades que o mercado oferece para quem se forma nesse curso, vamos falar sobre as principais habilidades que o profissional precisa desenvolver para se destacar na área.

Afinidade com as ciências exatas

Gostar de matemática e física e saber lidar com os números são os pré-requisitos para que o profissional que saia bem em uma carreira de engenharia. Afinal, esses conhecimentos são parte integrante não apenas das disciplinas da faculdade, mas também do dia a dia de trabalho.

Inteligência prática

Desenvolver o raciocínio lógico e saber como aplicar esse conhecimento na prática é essencial para que os engenheiros tirem os projetos do papel, alinhando os objetivos da empresa, selecionando os melhores profissionais e garantindo o sucesso da iniciativa.

Boa relação interpessoal

Em muitos projetos, o engenheiro vai precisar trabalhar junto a profissionais de outras áreas e liderar equipes com diversos colaboradores. Nesse aspecto, é muito importante desenvolver habilidades de relacionamento e gestão de pessoas, mantendo a harmonia no ambiente de trabalho e garantindo bons resultados.

Gosto por tecnologia

Atualmente, os softwares e outras ferramentas tecnológicas já fazem parte do cotidiano das empresas. Por isso, é muito importante que o profissional da engenharia mecânica se mantenha atualizado e se interesse por recursos que ajudem a otimizar o seu trabalho.

E você, se identificou com essas características e acredita que essa carreira pode ser uma boa escolha para o seu futuro profissional? Quer saber mais informações sobre o que é engenharia mecânica e os benefícios que o curso pode trazer para a sua formação? Então, entre em contato conosco!

[eBook] Guia Definitivo da Orientação Vocacional
Posts relacionados

4 thoughts on “O que é engenharia mecânica e por que seguir essa profissão?

Deixe um comentário