O que é preciso para construir uma carreira em Comunicação Social?

7 minutos para ler

U

Um dos grandes desafios da fase de escolha profissional é identificar seus interesses e encontrar cursos que tenham a ver com o que você gosta de fazer. É comum que pessoas comunicativas, que têm facilidade para se expressar e se relacionar em grupos, considerem a carreira em Comunicação Social.

Mas quais são os cursos existentes e como está o mercado de trabalho para as profissões relacionadas a esse campo? Outra grande tarefa de quem está decidindo o que estudar é pesquisar bastante sobre a realidade nas suas áreas de interesse. Se você quer saber mais sobre o assunto, acompanhe as informações que trouxemos neste post!

O que se estuda nos cursos de Comunicação Social?

Precisamos indicar que, na verdade, não há apenas um curso de Comunicação Social. Um comunicador social pode ser formado em alguma das várias habilitações da área. Publicidade e Propaganda, Jornalismo e Relações Públicas são as principais. Em alguns lugares, há também cursos de Rádio e TV, Cinema ou Mídias Digitais.

O estudante formado em algum desses cursos se capacita para exercer funções comunicativas — ou seja, trabalhar com a produção, edição e transmissão de conteúdos nos mais diversos tipos de linguagens e canais de comunicação.

Os cursos têm duração média de quatro anos, e as disciplinas estudadas são diversas. A linguagem, claro, é o carro-chefe da graduação nessa área. Ao lado das teorias de comunicação e de disciplinas específicas, são estudados conteúdos de Sociologia, Psicologia e Economia, por exemplo.

Quais são os principais cursos da Comunicação Social?

Como dito, quem segue carreira em Comunicação Social sai da faculdade com preparo para exercer uma atuação específica. De todo modo, é possível fazer uma especialização em outras áreas para ampliar os conhecimentos e as oportunidades de trabalho.

Veja, a seguir, as características das habilitações mais conhecidas.

Jornalismo

graduação em Jornalismo forma pessoas para trabalhar com a busca e divulgação de informações em diferentes meios de comunicação, como rádio, televisão, jornal, revistas e internet. O jornalista é conhecido como comunicador da notícia, já que se encarrega de investigar e transmitir fatos de interesse público.

Suas mensagens devem ser abordadas em linguagem adequada e compreensível. Por conta disso, na faculdade o estudante aprende a coletar, interpretar e contextualizar dados que sejam relevantes para outras pessoas. O curso também prepara as turmas para trabalhar em vários veículos da mídia.

Publicidade e Propaganda

A habilitação em Publicidade e Propaganda forma pessoas para trabalhar com a promoção de produtos e serviços. O profissional da área deve ser capaz de fazer pesquisas de mercado e coletar dados para desenvolver campanhas publicitárias voltadas a diferentes públicos.

O curso aborda todas as etapas que envolvem a comunicação e a promoção de novidades ao mercado. Por isso, as aulas ensinam os estudantes a definir públicos, elaborar campanhas e selecionar os melhores canais e ferramentas para divulgar tendências, inovações ou mensagens.

Relações Públicas

O curso forma pessoas capazes de construir e promover a imagem de determinada pessoa, empresa ou instituição. O profissional da área deve ser capaz de conhecer a fundo os valores e os objetivos da marca ou nome que representa, a fim de garantir um bom canal de comunicação entre esses agentes e outros públicos.

[Guia Prático] 6 Passos para acertar na escolha da profissão

O comunicador das Relações Públicas também pode fazer pesquisas, promover eventos e desenvolver projetos sociais. Na faculdade ele aprende sobre gestão do relacionamento e formas de estabelecer vínculos entre diferentes grupos.

As aulas preparam as turmas para que pensem em ações e estratégias que possam auxiliar pessoas físicas ou jurídicas a melhorar sua relação com públicos específicos (clientes ou a própria sociedade, por exemplo).

Como está o mercado de trabalho?

Por fornecer diversas habilitações com uma base única de conhecimento, essa área de estudo tem bastante valor no mercado. Seja em grandes companhias, seja em pequenos negócios, os comunicadores podem encontrar seu lugar facilmente.

Os campos de atuação na carreira em Comunicação Social são bastante amplos. Dependendo do curso específico, os profissionais podem atuar em jornais, emissoras de rádio ou TV, assessorias de imprensa, empresas de marketing ou no setor de comunicação dos mais diversos empreendimentos.

O mercado de trabalho nessa área passa por mudanças constantes, já que as formas de comunicação são fluidas. Um exemplo é que, nos últimos anos, o avanço da internet ampliou a atuação desses profissionais ao mesmo tempo em que reduziu alguns campos de trabalho.

Em relação ao salário, é difícil falar em uma média para a área. Afinal, a diversidade de cursos, de vagas e condições de trabalho é muito grande. Entre os campos que oferecem melhores remunerações estão as agências de publicidade e os setores de comunicação de grandes empresas.

Qual é o perfil do profissional formado em Comunicação Social?

O estudante da área deve ser curioso, ter gosto pela leitura nas mais diversas plataformas e facilidade para se adaptar às inovações do mercado. Afinal, novas mídias e tecnologias surgem com frequência e é preciso ter preparo para compreendê-las.

Saber trabalhar com textos, imagens e vídeos também é fundamental, assim como o domínio de ferramentas, dispositivos e outros recursos utilizados na produção dos materiais. Como o meio digital ganha cada vez mais relevância, é preciso ter interesse nesse ambiente.

As qualidades necessárias para seguir carreira em Comunicação Social podem variar de acordo com a habilitação escolhida. Veja exemplos de competências desejadas ao perfil profissional das principais áreas:

  • Jornalismo — domínio do português e de técnicas de redação, senso crítico, boa comunicação e conhecimento em softwares para edição de textos ou imagens;
  • Publicidade e Propaganda — gosto por ferramentas digitais, iniciativa, versatilidade, facilidade para se expressar e vontade de trabalhar em equipe;
  • Relações Públicas — capacidade em lidar com diferentes pessoas, criatividade, ousadia e preparo para lidar com situações inesperadas.

O que fazer para ter sucesso na carreira em Comunicação Social?

Como falamos, o mercado de trabalho para comunicadores sociais vive constantes mudanças. Assim, para ser um profissional de sucesso, é indispensável acompanhar as novidades e se preparar para uma atuação moderna e diferenciada.

Estudar é uma necessidade eterna na vida de quem escolhe essa profissão. Capacitações são sempre bem-vindas, sejam programas de pós-graduação ou cursos e eventos de atualização. Além disso, o profissional dessa área precisa ter ótima habilidade de comunicação e produção textual.

Ter ética, ser curioso e se preocupar com a veracidade das informações transmitidas também são competências indispensáveis para quem quer seguir essa carreira. Para ser um bom profissional, é preciso ir além do que se aprende na faculdade.

Sem dúvida, a carreira em Comunicação Social é uma opção muito interessante para quem tem perfil investigativo. A diversidade de conhecimentos atrai as pessoas que gostam de estudar e se informar sobre o mundo!

E então, o que achou deste texto? Está interessado pelas profissões nessa área? Assine a nossa newsletter e acompanhe mais informações sobre estudos e carreira!

[eBook] Guia Definitivo da Orientação Vocacional
Posts relacionados

Um comentário em “O que é preciso para construir uma carreira em Comunicação Social?

Deixe um comentário