Home Vestibular

Vale a pena fazer faculdade no interior?

Na hora de definir em que faculdade estudar, bate aquela dúvida: devo deixar a cidade onde moro? Surge até uma insegurança: será que devo fazer faculdade no interior? As boas instituições localizadas fora dos grandes centros têm vantagens que podem fazer a diferença na hora da decisão.

A escolha da faculdade é uma questão importante e precisa ser bem analisada. Hoje, com o mundo conectado, estudar no interior não gera mais a sensação de isolamento. O que se ressalta é o conjunto de vantagens de estudar longe de casa.

Veja a seguir os motivos pelos quais vale a pena fazer uma faculdade no interior:

1. Maior tranquilidade para estudar

Cidade grande sugere muita intensidade. Há o agito próprio de uma capital, que gera aquela desconcentração do objetivo principal, que é estudar.

No interior, a vida é naturalmente mais calma. As distrações são menores, mas isso não significa uma vida sem lazer. As festas existem, assim como as baladas locais. Mas não há aquele volume enorme de coisas a fazer de uma capital.

Um ponto importante é que você não precisa se preocupar com o trânsito, por exemplo, uma questão que toma muito tempo de quem vive em cidades grandes. No interior, o deslocamento é rápido e mais fácil, até porque os trajetos são mais curtos. 

Outra vantagem é a segurança. Sem os altos índices de violência das capitais, o interior promove uma vida mais tranquila.

Com isso, você tem menos preocupação externa durante o curso e pode se dedicar mais ao estudo.

2. Maior contato com os colegas

Morar no interior vai permitir um relacionamento mais estreito com os colegas. Esse contato enriquece demais a formação do estudante, que agrega as influências e os conhecimentos à sua vida.

A faculdade no interior é um ambiente propício para a troca de cultura, de experiências. Aproveite ao máximo essa oportunidade, que deixa marcas para o resto da vida.

3. Possibilidade de independência

Morar no interior, longe dos pais, cuidando da própria vida, é o melhor passo para o amadurecimento. Sem a tutela da família, você assume a responsabilidade dos seus atos e suas consequências.

Você tem que tomar as decisões sozinho, pesando prós e contras.

Agora, a casa está sob sua responsabilidade. Fazer compras de supermercado, lavar a roupa, cuidar da saúde e das finanças da casa são obrigações exclusivamente suas. Esse é um grande passo em direção à vida adulta, independente e bem resolvida.

E isso vale mesmo no caso de você dividir a casa com outra pessoa. Aliás, só aumenta a responsabilidade, pois você terá que administrar a casa em parceria, e isso requer maturidade para lidar com outras pessoas.

4. Custo de vida mais baixo

Tudo no interior é mais barato. Transporte, alimentação, moradia.

Isso facilita o controle financeiro e o planejamento das contas. Você não terá grandes preocupações quando for fazer a compra no supermercado. E quando for procurar uma moradia, você vai perceber que os aluguéis são mais baratos.

5. Engajamento dos moradores com os projetos universitários

As faculdades no interior são responsáveis por boa parte da economia da cidade. Seus projetos e cursos fazem parte da rotina dos moradores. A comunidade se envolve mais, participa e tem interesse nos resultados do que a faculdade faz e cria.

A instituição é uma espécie de orgulho da cidade, o que faz com que seus moradores apoiem eventos, pesquisas e projetos universitários. Essa proximidade facilita até o início da vida profissional, em cidades onde há empresas e indústrias em seu entorno.

Estudar numa faculdade no interior pode ser um grande salto pessoal e profissional.
Quer receber mais textos como este? Assine nossa newsletter!

Deixe um comentario