Conheça as 8 principais áreas de atuação do Jornalismo

6 minutos para ler

Quando você pensa na carreira de jornalista, as primeiras imagens que vêm à cabeça são de profissionais à frente da bancada de um telejornal ou entrevistando outras pessoas? É preciso desmistificar esse pensamento, pois a televisão é apenas uma das áreas de atuação do Jornalismo.

Se você gosta da área de Humanas, saiba que essa graduação oferece diferentes segmentos com boas perspectivas profissionais. Assim, quem se dedica pode construir uma carreira de sucesso!

Quer conhecer 8 áreas do Jornalismo? Continue a leitura e descubra como essa é uma profissão repleta de possibilidades!

1. Reportagem

Uma das áreas de atuação do Jornalismo mais conhecida é a de reportagens. Nesse segmento, o profissional deve estar sempre em busca de fatos e eventos noticiáveis.

Para isso, deve procurar fontes e personagens, apurar sua veracidade, entrevistar pessoas, ouvir diferentes pontos de vista e reunir todas as informações necessárias para criar matérias.

O trabalho de repórter é a essência dessa profissão: é o talento de contar histórias instigantes que, dependendo do tema investigado, pode modificar a vida de pessoas e comunidades.

A reportagem está presente nas mídias impressas (jornais e revistas), rádio, meios eletrônicos (portais e sites) e até na literatura, com o livro-reportagem.

2. Assessoria de imprensa

Nessa área do Jornalismo, o profissional atua como mediador entre a imprensa e seu cliente, sendo seu porta-voz ao representar seus interesses frente ao público. O cliente, nesse caso, pode ser uma empresa, uma Organização Não Governamental (ONG) ou até uma personalidade (artista ou atleta).

Na prática, o assessor de imprensa deve elaborar estratégias para cuidar da imagem do cliente — com a produção de conteúdos voltados para esse fim, como os releases, acompanhamento de tudo o que é noticiado sobre ele (clippings) e agendamento de entrevistas.

É um profissional que deve compreender os interesses do público-alvo e prever possíveis oportunidades ou situações de risco.

Atualmente, o assessor de imprensa tem muito espaço nas redes sociais, produzindo conteúdos e interagindo com os seguidores.

3. Comunicação institucional

Também conhecida como comunicação empresarial, essa é uma das áreas de atuação do Jornalismo em que o profissional pode atuar em parceria com o departamento de Relações Públicas.

A função primordial é o cuidado com a imagem da empresa junto a seus colaboradores (público interno) ou consumidores e sociedade (público externo).

Dessa maneira, o jornalista elabora todo o material de comunicação da empresa (como revistas, jornais, folders, anuários etc.) e pode participar também da cobertura de eventos.

Hoje, a comunicação institucional tem grande espaço nos meios digitais — com a produção de postagens, notícias e vídeos para sites e redes sociais.

4. Jornalismo digital

Esse é um dos segmentos mais atuais do universo jornalístico, por conta do uso cada vez maior das mídias digitais como fontes de notícia. Desse modo, o Jornalismo digital é o que apresenta mais oportunidades de crescimento para o profissional.

No dia a dia, o jornalista é responsável por criar um planejamento estratégico, produzir temas relevantes para publicação em sites, portais e blogs, de notícias ou corporativos.

Social media

Nas redes sociais, ele pode fazer carreira também como social media, alimentando essas plataformas com conteúdos, observando concorrentes e tendências, além de fazer a ponte entre empresas e instituições com o público — respondendo a dúvidas, críticas, elogios e comentários em geral.

É uma das áreas do Jornalismo que exige a atualização do profissional quanto a novas tecnologias — que mudam a todo momento no mundo digital.

5. Fotojornalismo

Se você é apaixonado pela fotografia, acredita que uma imagem vale mais que mil palavras e tem um dom especial para captar momentos únicos, essa, com certeza, é a área do Jornalismo certa para você.

Nesse ramo de atuação, o profissional é responsável por fazer registros fotográficos de fatos cotidianos, eventos, locais e personalidades. Essas imagens vão ilustrar reportagens, artigos, livros, documentários e outros materiais jornalísticos.

O fotojornalista encontra espaço em mídias impressas e digitais, agências de publicidade ou pode atuar também como freelancer.

6. Jornalismo esportivo

Muitos estudantes entram na faculdade e já sonham em trabalhar na área de esporte, seja cobrindo grandes eventos ou fazendo assessoria para clubes, times e atletas.

É uma das áreas de atuação do Jornalismo que exige do profissional bastante conhecimento desse segmento para conseguir se destacar e fazer um trabalho de qualidade. Ter um bom relacionamento com equipes, técnicos e outros colegas da área também se torna um diferencial.

É possível trabalhar nessa área com qualquer mídia, porém nos últimos anos, há mais possibilidades nas mídias digitais, como portais, sites e blogs, e também nas redes sociais. A televisão também é um veículo que ainda abre bastante espaço para o Jornalismo esportivo.

7. Produção

Uma área do Jornalismo bastante interessante é a de produção. Geralmente, é o profissional que atua na televisão ou no rádio, com a sugestão de pautas, busca de fontes, personagens e informações e agendamento de entrevistas.

Precisa estar antenado com os principais acontecimentos nacionais e internacionais, entender bem o público-alvo e conhecer as tendências que podem se tornar notícia.

A produção ganhou destaque com a internet, principalmente para jornalistas independentes, que querem criar um canal, utilizando, por exemplo, o YouTube.

8. Atividades como freelancer

Por fim, é importante destacar um campo com boas oportunidades para jornalistas, seja o recém-formado ou alguém com mais experiência — a carreira como freelancer.

É uma maneira de trabalhar de forma autônoma e se dedicar a um segmento específico, seja como repórter de revista, produtor de documentário ou ainda atuando nas mídias digitais com marketing de conteúdo.

Para começar a atuar por conta própria, é importante que o profissional consiga elaborar um portfólio para poder mostrar seu talento para agências e clientes. A dica, para os iniciantes, é montar um blog com artigos e matérias de seu interesse.

Como você pode perceber, as áreas de atuação do Jornalismo são bastante dinâmicas. A carreira tem uma rotina intensa de muito trabalho e horários nada convencionais, porém é repleta de novos aprendizados a cada dia e de ótimas oportunidades de crescimento!

Ficou interessado em fazer a graduação em Jornalismo e ter um futuro profissional de sucesso? Entre em contato com o UniFOA e conheça os diferenciais desse curso superior!

Posts relacionados

6 thoughts on “Conheça as 8 principais áreas de atuação do Jornalismo

  1. Thanx for the effort, keep up the good work Great work, I am going to start a small Blog Engine course work using your site I hope you enjoy blogging with the popular BlogEngine.net.Thethoughts you express are really awesome. Hope you will right some more posts.

Deixe um comentário