Fazer o que gosta ou o que dá dinheiro: afinal, qual profissão escolher?

4 minutos para ler

Gostos, habilidades e interesses diversos devem ser avaliados para saber qual profissão escolher. Nesse momento decisivo, muitos estudantes também pensam na questão financeira e passam a refletir sobre o que vale mais a pena: o dinheiro ou a satisfação profissional.

Se você está prestes a ir para a faculdade e precisa se decidir entre a carreira com a qual se identifica e uma área que garante maior remuneração, fique conosco! Vamos dar dicas que podem orientar essa escolha!

Pense na importância que você dá ao dinheiro

Ganhar um bom salário significa várias coisas: conquista de independência, obtenção de status e a possibilidade de investir em novos sonhos. Ao mesmo tempo, pode exigir sacrifícios e mudanças drásticas na rotina.

A questão é: você está disposto a dedicar seus estudos com foco em ganhar muito dinheiro? Tenha em mente que encarar uma graduação exige empenho e responsabilidade, mesmo que a área escolhida não seja a sua favorita.

Afinal, você passará alguns anos em uma licenciatura ou bacharelado e precisará se interessar por todos os conteúdos ministrados. Isso é essencial para se diferenciar e ter sucesso, independentemente da carreira escolhida.

Defina prioridades entre salário e satisfação profissional

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, dá para ganhar bastante dinheiro fazendo algo que gera satisfação. Acontece que, dependendo do mercado e de outros fatores, atingir essa condição pode levar alguns anos.

Para acelerar o processo, alguns estudantes optam por cursos que garantem maior remuneração, mesmo que não apreciem tais áreas. Outros fazem o contrário, apostando na carreira desejada e aguardando a oportunidade certa para, quem sabe, fazer mais dinheiro.

Ambas as situações são contraindicadas porque podem, em algum momento, gerar arrependimento. Uma maneira de se decidir sobre qual profissão escolher é determinar se a prioridade são os altos salários ou a satisfação (com maior ganho de qualidade de vida).

Com base nisso, selecione a graduação que permitirá atingir seu objetivo principal. Não se preocupe, pois, futuramente, você terá condições de pensar em estratégias que ajudem a unir o melhor de dois mundos.

[Guia Prático] 6 Passos para acertar na escolha da profissão

Ao optar por uma profissão que dá muito dinheiro, por exemplo, poderá fazer uma reserva financeira para investir no emprego dos sonhos. Se investiu em uma área que paga menos, o ideal é se especializar e buscar novas formas de atuação para ver seu trabalho cada vez mais valorizado.

Tente imaginar a sua vida daqui a alguns anos

Ninguém tem bola de cristal, mas é possível se basear em expectativas. Então, para chegar mais perto de descobrir a profissão certa, faça o exercício de imaginar a sua vida daqui a 5, 10, 15 ou 20 anos. O que você gostaria de visualizar? Como seria a rotina ideal? Quais horários dedicaria ao trabalho e quais períodos ao lazer?

Enquanto algumas pessoas podem querer focar apenas na carreira, outras pretendem formar uma família e passar bastante tempo ao lado de entes queridos. Portanto, procure saber com qual grupo você mais se identifica (entre tantos possíveis) para descobrir se a profissão escolhida permitirá viver tudo aquilo que espera para o futuro.

Pesquise sobre as coisas que você gosta de fazer

As áreas mais promissoras do mercado não permanecem no topo da lista para sempre. Isso significa que um emprego considerado perfeito do ponto de vista financeiro pode perder a popularidade com o passar dos anos.

Nesse sentido, é fundamental que você identifique as carreiras das quais mais gosta — por meio de reflexão aprofundada ou teste vocacional — e pesquise sobre cada uma, a fim de descobrir como anda a remuneração, as oportunidades e demais fatores relacionados.

Lembre-se de que parte do sucesso também depende do desempenho e esforço do profissional. Logo, é totalmente possível se especializar em uma área que combine com o seu perfil e, de quebra, ter satisfação, mais qualidade de vida e dinheiro no bolso.

Conseguimos ajudar você a encontrar o caminho mais provável para a carreira? Enquanto houver tempo para refletir sobre qual profissão escolher, não deixe de conversar com pessoas que atuam nas áreas de seu interesse para sanar as principais dúvidas.

Sabia que também temos um e-book completo sobre o assunto? Baixe agora o material que contém 6 dicas para encontrar a profissão certa!

 

[eBook] Guia Definitivo da Orientação Vocacional
Posts relacionados

5 thoughts on “Fazer o que gosta ou o que dá dinheiro: afinal, qual profissão escolher?

  1. Acho que escolher o que se gosta de fazer é sempre uma boa escolha, afinal é algo que muitas vezes você vai fazer para a vida toda.
    Artigo muito bem escrito, parabéns.

  2. Com toda certeza trabalhar em algo que não tenha alguma relação pessoal não dará certo para ninguém. Mas nunca podemos esquecer de um ditado – “Não confunda hobby com profissão”.
    Feliz daqueles que conseguem conciliar hobby, profissão com renda para o seu sustento.

    1. Luciano, teu comentário evidencia tua visão curta sobre o assunto: Todas as carreiras podem ser encaradas como hobbies, tornando teu ditado inválido.

  3. Wonderful beat ! I wish to apprentice at the same time
    as you amend your website, how can i subscribe for a blog site?
    The account aided me a acceptable deal. I had been a little
    bit familiar of this your broadcast provided vibrant
    clear idea

Deixe um comentário