Revalida: o que é e como estudar para esse teste?

4 minutos para ler

Você sabia que, para poder atuar em território nacional, o médico formado no exterior precisa prestar um exame para revalidação do diploma — o Revalida? 

Essa prova, criada em 2010, tem o objetivo de simplificar o processo de reconhecimento da formação em Medicina para que esses profissionais recebam a autorização para trabalhar no Brasil.

Se você tem dúvidas sobre esse assunto, não perca este post. Nele, explicaremos o que é, como funciona e quem pode prestar o Revalida. Além disso, daremos algumas dicas de estudo para o exame. Continue a leitura e confira!

O que é o Revalida e para quem ele é destinado?

O Revalida (ou Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos) tem o objetivo de simplificar o reconhecimento dos diplomas de faculdades de Medicina emitidos no exterior — processo que, antes, era realizado de diferentes formas pelas instituições de ensino nacionais.

Somente com essa aprovação o médico formado fora do país poderá obter a autorização do Conselho Regional de Medicina para trabalhar.

Como o exame funciona?

De acordo com a Lei nº 13.959, o Revalida deve ser aplicado semestralmente, com o edital sendo publicado em até 60 dias antes de sua realização. Para participar do exame, o candidato deverá fazer a inscrição de acordo com o prazo do edital e pagar as taxas referentes a cada etapa do processo.

O exame é dividido em duas partes:

[Guia Prático] 6 Passos para acertar na escolha da profissão
  • avaliação escrita — prova eliminatória composta por 100 questões de múltipla escolha, com duração de 5 horas, além de mais 5 questões discursivas, com duração de 4 horas;
  • habilidades clínicas — também de caráter eliminatório, essa avaliação é composta por 10 estações nas quais o candidato deverá realizar diferentes tarefas para demonstrar as suas habilidades no exercício da função.

Como estudar para o Revalida?

Algumas dicas podem ajudar a se preparar para esse exame de revalidação. Apresentamos as principais a seguir.

Faça resumos dos conteúdos e mapas mentais

Nossa primeira dica é a mesma que oferecemos em qualquer caso de estudo: fazer resumos dos conteúdos. Essa é a melhor forma de cobrir uma grande variedade de tópicos sem se cansar muito, além de facilitar na hora de precisar relembrar algum conceito.

Mapas mentais também são ótimos para ajudar a fixar conteúdos, principalmente para os estudantes que têm mais facilidade de memorização, pois eles permitem associar o conteúdo com imagens ou diagramas.

Tenha atenção aos detalhes da prova

Uma boa forma de estudar para o Revalida é procurando pelas edições anteriores do exame. Veja o que caiu e a maneira como as matérias do curso de Medicina foram cobradas. Assim, você começa a se familiarizar com esse formato.

Além disso, é fundamental ter atenção ao ler os enunciados da avaliação escrita. Já para a prova de habilidades, é importante ter um cuidado especial com a conduta médica no atendimento ao paciente.

Procure por cursos e materiais preparatórios

Já que a aprovação nesse exame é o que permitirá ao médico atuar em território nacional, uma boa dica é procurar por cursos e materiais preparatórios para o Revalida. Dessa forma, será muito mais fácil cobrir todos os tópicos cobrados e tirar eventuais dúvidas.

Como vimos, o Revalida é um exame obrigatório para que o profissional de Medicina formado no exterior possa trabalhar no Brasil. Por isso, se esse é o seu caso, não perca mais tempo: coloque as nossas dicas em prática e comece a se preparar agora mesmo para ter a sua formação reconhecida!

Se você tem alguma dúvida sobre o Revalida, deixe o seu comentário neste post!

Posts relacionados

Deixe um comentário